sexta-feira, 7 de julho de 2017

FC Porto 7-6 Benfica de 13/02/1993


Recorde hoje o vídeo do jogo de hóquei em patins FC Porto 7-6 benfica da época 1992/93 realizado a 13 de Fevereiro de 1993 no Pavilhão Dr.Américo de Sá nas Antas. Eram tempos de renovação no hóquei do FC Porto... No início da época 92/93, houve renovação da equipa (saíram entre outros o capitão Alves, o Argentino Allende, Vítor Hugo e Tó Neves) enquanto António Vale assumia pela 1ª vez o cargo de treinador principal da equipa sénior de hóquei em patins dos azuis e brancos. Entraram na equipa Didi, Eduardo Pinheiro e os ex-juniores Filipe Santos, Geitoeira e Pedro Lopes, e os dragões com uma equipa muito mais jovem (faziam ainda parte do plantel 92/93 Franklim, Nuno Marçal, Gustavo Dias, Realista, Vítor Bruno, Tó Rocha e Rui Neto), surpreenderam pela positiva, fazendo um campeonato de grande nível, entrando na penúltima jornada na frente da prova com 67 pontos contra 66 do Barcelos de José Fernandes e 65 do Benfica de Carlos Dantas (os dragões não podiam perder nenhum ponto nos 2 últimos jogos, pois mesmo um empate cedido já serviria ao Barcelos, que com os mesmos pontos que nós, ficava logo em vantagem, já que empatou nas antas 6-6 e ganhou em casa 4-1). Nessa penúltima jornada, e perante uma arbitragem muito má, os pupilos de António Vale perderam em Paço de Arcos por 5-4, entregando de bandeja o título ao Barcelos (que ganhou os 2 últimos jogos) que acabou assim por ser campeão pela 1ª vez na sua história. O FC Porto ficou em 2º a 1 ponto do Barcelos (71 contra 72), e com os mesmos pontos do Benfica (3º). Os dragões garantiram o 2º lugar na tabela pela vantagem adquirida no confronto directo perante o Benfica (empate 3-3 na Luz e vitória azul e branca nas Antas por 7-6), e tiveram que jogar grande parte da época com o guarda redes suplente pois Franklim lesionou-se, pois se assim não fosse, talvez o título não tivesse fugido à jovem equipa azul e branca.
 
É desse emocionante jogo das Antas (Porto 7-6 benfica) que diz respeito o vídeo em anexo, os dragões venceram as águias por 7-6 numa jornada que já pertencia à 2ª volta e que deixou o FC Porto bem próximo do Barcelos (mais tarde viríamos mesmo a chegar à liderança após uma sofrida vitória em Alvalade por 5-3, sendo que nas Antas o Sporting também já tinha perdido por 5-1) e praticamente afastou o Benfica da revalidação do título ganho em 91/92.Neste jogo de Fevereiro de 1993 com um ambiente fantástico no Américo de Sá, o FC Porto chegou ao intervalo a vencer por 4-1, depois, já na 2ª parte, aumentou a vantagem para 7-2 que viria a ser atenuada para um tangencial 7-6 final, com grande festa nas Antas após uns sofridos 3 minutos finais (Tó Neves, no único ano em que jogou no benfica, esteve quase a conseguir a igualdade). Ricardo Geitoeira com 4 golos, Carlos Realista com 2 e Filipe Santos com 1, foram os marcadores de serviço por parte do FC Porto.

1 comentário:

Joao Couto disse...

Grande Nuno Marçal!